Lubrificação e as fases do ciclo

A lubrificação é essencial para que o sexo aconteça da forma mais confortável, gostooosa e deslizante possível. 


Essa é uma conversa para quem deseja entender os ciclos da lubrificação em corpos com vulva, desmistificar o assunto e aprender o que pode ser feito para solucionar a falta dela. Vem com a gente? 



O que é e como funciona a lubrificação vaginal


Tão natural quanto o prazer, a lubrificação vaginal é uma manifestação fisiológica que libera um fluido de cor transparente ou esbranquiçada nos corpos com vulva. 


A textura e a quantidade desse fluido pode variar de pessoa para pessoa, do momento do ciclo menstrual e da excitação sexual. Corpos únicos, com existências únicas. 


É importante lembrar que a lubrificação natural da vulva, ao longo do ciclo menstrual, é por conta de variações hormonais. Já a lubrificação que acontece durante o momento sexual é estimulada pelo toque e por fatores psicológicos.


Segundo a PrazerEla, a lubrificação vaginal se trata de uma mistura de diferentes fluidos que são produzidos em diferentes regiões dos órgãos genitais, como as  glândulas vulvovaginais Lucy & Betsey e a Anarcha —, o colo do útero e as paredes do canal vaginal.


Te convidamos para compreender um pouco mais a respeito da anatomia dos corpos com vulva e a função de cada um desses fluidos corporais, aqui. ;)



Fatores que contribuem para a falta de lubrificação vaginal


A falta de lubrificação envolve outros fatores além do fisiológico. O psicológico também contribui muuuito. Por isso, a causa pode vir de diferentes origens como:

Alterações nos níveis do estrogênio

O estrogênio é o principal hormônio que atua na produção dos fluidos vaginais.


Seus níveis variam ao longo do ciclo menstrual, na menopausa e com uso de medicamentos, como antidepressivos e anticoncepcionais, por exemplo. Sendo comum sentir maior secura vaginal quando mais baixo.

Amamentação

Após o parto o organismo passa a produzir maiores quantidades do hormônio prolactina. Isso faz com que os líquidos corporais sejam direcionados para a produção de leite, interferindo na lubrificação vaginal.


Interações sexuais sem estímulos prazerosos

Sabe quando o sexo já começa com pressa, focado na penetração, sem explorar todo o campo sensorial que é o nosso corpo? Uhum, esse é um dos principais fatores que causa a falta de lubrificação.


É preciso tempo, tesão e dedicação para que a energia sexual desperte e acumule. Com toques queeentes que privilegiam o estímulo de todas as regiões de prazer do corpo e da vulva.

Preocupações que te impedem de transbordar

As preocupações influenciam bastante na lubrificação vaginal.


Se os pensamentos não param por algum motivo externo ou interno como obrigações profissionais, inseguranças, afazeres, vergonhas ou medos, a mente não encontra espaço para relaxar e mergulhar com prazer no momento sexual. 



Huuum… como resolver a falta de lubrificação vaginal?

O primeiro passo é observar a qualidade dos convites para a interação sexual e dos estímulos que você anda recebendo, assim como seu nível de estresse e angústias que você pode estar sentindo.


"É muito comum acreditar que o problema está no seu corpo e não em todo esse cenário que desfavorece a libido e o prazer. Problemas fisiológicos e hormonais podem ser contornados com o uso de lubrificantes ou tratados à base de medicamentos e de reposição hormonal. Mas são os fatores psicológicos que mais impactam a nossa libido, nossa lubrificação e nossa disponibilidade para a interação sexual", diz a PrazerEla.


Conhecer e investigar o nosso próprio corpo é o recurso mais potente para transformar esse cenário. 


Fontes: PrazerEla, Universa e Revista Claudia.


leia também

Tamanho importa?

Lubrificação e as fases do ciclo

Como arrasar no sexo oral

Ícone em 3d que imita um corpo humano fofo